Yoga e Natureza no Matutu

Você está aqui: Home / Eventos / Yoga e Natureza no Matutu

Aprofundar sua prática de Yoga e unir-se à Natureza

Nosso propósito é compartilhar, aprender e celebrar a vida neste lugar encantador. A prática de Yoga pode ser uma grande ferramenta para nos reconectar com nós mesmos e com o mundo à nossa volta.

Sempre que podemos estar em um lugar com energia especial e com pessoas que buscam o mesmo bem estar e desenvolvimento do Ser, esta união se realiza.

No Patrimônio nos sentimos em casa e dividir um pouco de nossas experiências no caminho do Yoga e da Vida é um grande prazer!

Nosso Tema: O Reflorescimento

Após momentos de dificuldade tudo na Natureza tende a reflorescer.

O que muitas vezes não percebemos é que a dificuldade nos torna mais fortes, o termo usado na Biologia é a Hormese, a dificuldade da vida cria condições em que os organismos se fortalecem, promovendo saúde e longevidade. É o vulgo o que não mata fortalece!

Para tornar isso possível é necessário que o estresse gerado não seja demasiado ao ponto de poder causar danos ao organismo. Isso depende muito de nossa força interna, nossa resiliência (que foi nosso tema no ano passado).

O Yoga sempre usou a Hormese, e a palavra que define isso é “Tapas”, o “Ardor”, o calor do esforço para a transformação, tapas é colocar o corpo e a mente em situações extremas, seja pela prática de posturas, ou pela respiração, ou pelo frio intenso, coisas que possam provocar esta resposta do organismo.

Do ponto de vista espiritual é sempre um desenvolvimento, as dificuldades nos fazem crescer em todos os sentidos.

Estamos saindo de 2 anos muito difíceis e saber como reflorescer, como nos reerguermos após esse momento é fundamental. Nada como a prática do Yoga em meio ao contato com a natureza e as águas sagradas frias do Matutu para isso.

Como a Flor de Lótus que nasce pura em meio ao lodo, o propósito do Yoga é nos fazer permanecer tranquilos, conscientes e fortes em meio às dificuldades.

Venha conosco nesse mergulho profundo na prática do Yoga.

Filme Yoga e Natureza no Matutu

No ano de 2010 fizemos nosso primeiro encontro no Vale do Matutu. A tal encontro tão especial, demos no nome de “Yoga e Natureza”.

Desde então, voltamos todos os anos para celebrar estre encontro, das práticas ancestrais do Yoga com a natureza exuberante do Matutu.

O encontro é em nossa segunda casa, o Patrimônio do Matutu, um lugar encantador que nos acolhe, cuida e compartilha as mais belas vibrações desta natureza tão especial.

Em nosso décimo encontro em 2017, registramos estes momentos incríveis e o resultado disso você pode ver abaixo.

 

Ashtanga e Iyengar Yoga

Yoga é literalmente União, da raiz yuj que significa jungir, na Índia, Yoga são conjuntos de práticas que levam a união entre todas as instâncias do Ser. O caminho desta união pela lapidação do corpo em práticas que tem como base especialmente os ásanas (posturas) e pránáyámas, é o que chamamos de Hatha Yoga.

O Hatha Yoga e suas variantes são o que normalmente conhecemos por “Yoga” no Ocidente. As outras vertentes do Yoga apresentam-se classificadas normalmente como Karma Yoga (Yoga da ação), Bhakti Yoga (da Devoção), Jñana Yoga (do conhecimento), Raja Yoga ( da Contemplação).

Em meio a inúmeros estilos de Hatha, existem os métodos derivados dos ensinamentos de Sri Krishnamacharya. Este grande Yogue que desencarnou no fim do século passado aos 101 anos de idade, deixou um vasto legado, não só no campo do Hatha Yoga, como no conhecimento acadêmico, onde foi reconhecido em vários campos da Filosofia Indiana.

Krishnamacharya deixou muitos alunos importantes, que tornaram-se muito conhecidos no ocidente, entre esses estão, BKS Iyengar (seu cunhado), Sri K. Pattabhi Jois, Indra Devi, TKV Desikachar (filho), Rama Swami, AG Mohan entre outros. Um dos seus maiores legados foi a utilização da conexão entre a respiração e os movimentos para montagem das posturas (ásanas), chamado Vinyasa.

ASHTANGA VINYASA YOGA

Ashtanga Vinyasa Yoga é uma prática fluida e dinâmica de HahtaYoga. O método envolve a sincronização da respiração com os movimentos em progressivas séries fixas de posturas, proporcionando uma mente tranquila e um corpo forte, leve e saudável. Mario Reinert ensina o método com uma visão de Krama (passo, sequência) de maneira não ortodoxa e adaptada às necessidades de cada aluno. Em razão dessa metodologia diferenciada é possível que pessoas de qualquer nível participem do Retiro, desde iniciantes à praticantes avançados.

IYENGAR YOGA

O Iyengar Yoga é o método desenvolvido por BKS Iyengar, baseado no alinhamento do corpo com intensidade e precisão. A meditação é alcançada por meio da inteligência presente no corpo físico. O uso dos “props” – blocos, cintos, cadeiras, etc. possibilita ao praticante aprofundar-se nos ásanas ou adaptá-los para todos os tipos de corpos, potencializando também seu uso terapêutico.

Para os praticantes de Iyengar é estritamente necessário que levem o material para as aulas.

Os materiais são: 1 mat, 2 cintos, 2 blocos, 3 cobertores e 1 bandagem

Renata e Mario

Renata Ventura

Renata iniciou seu caminho no Yoga há mais de 24 anos, é professora certificada internacionalmente pelo Ramamani Iyengar Memorial Yoga Institute no nível Sênior Intermediate II (atual nível III), maior nível de certificação no Brasil.

Foi coordenadora do Comitê de treinamento e Formação de Professores da ABIY de 2016 a 2019 e é autorizada pela Associação Brasileira a ministrar cursos de Formação e mentoria.

Renata teve a benção de perceber muito nova que o Yoga era seu caminho de vida. Desde que se formou em Iyengar Yoga com Kalidas Nuyken, continua reciclando seus estudos regularmente com diversos professores Seniores ao redor do mundo e com a família Iyengar.

É praticante de Bhakti yoga e terapeuta Ayurvédica. Sua maneira de ensinar é atenciosa e precisa, levando seus alunos a desenvolverem o máximo de seus potenciais com discernimento e sabedoria.

Atualmente leciona e coordena o Namaskara Yoga e Meditação ao lado de seu marido, Mario Reinert, e é mãe de dois meninos.

Mario Reinert

Minha vocação para as artes se manifestou cedo, desde criança, meus cadernos, livros e apostilas eram recheadas de desenhos. Esta vocação me trouxe de Joinville para São Paulo e me levou para o universo da arquitetura, tornando-me arquiteto pela FAU-USP.  Nunca trabalhei como arquiteto, mas por anos atuei como designer gráfico, como diretor de arte e de criação numa carreira promissora no mercado publicitário.

Minha busca pelo equilíbrio de corpo e mente também começou cedo, especialmente nas artes marciais. Pratiquei diversos estilos, destacando-se o Aikido, no qual cheguei à faixa preta e atuei como professor. Esta arte marcial busca essencialmente a harmonia de cada um para com o universo e foi uma bela escola para o início de um caminho.

Esse caminho fortaleceu-se com o Yoga (Ashtanga Vinyasa), o qual tomei contato inicialmente buscando a cura para uma tendinite pelo uso do computador (LER, DORT) no final de 1999. Rapidamente vi os sintomas desaparecerem e desde o primeiro dia de prática veio a certeza de que ali havia muito mais do que somente a saúde do corpo.

Em muitos anos de viagens à Índia tive a oportunidade de conhecer e praticar diferentes métodos e técnicas de auto-conhecimento e meditação. Venho compartilhando este conhecimento em nosso espaço com a intenção de tornar mais acessíveis estas ferramentas e trazer uma vida mais plena e feliz para as pessoas.

Em 2009 fui autorizado para ensinar o método enquanto Pattabhi Jois ainda estava vivo, mas me desliguei do instituto um ano depois, por não concordar com os caminhos que estavam sendo seguidos. Hoje continuo ensinando o método de forma adaptada e gradativa respeitando as particularidades de cada ser.

Na busca de aprofundar os estudos sobre meditação e suas implicações em nossas emoções fui também Certificado a ensinar o programa CULTIVATING EMOCIONAL BALANCE – CEB pelo SANTA BARBARA INSTITUTE FOR CONSCIOUSNESS STUDIES (USA/CALIFÓRNIA).

Hoje me dedico ao ensino consciente do Yoga e da Meditação dirigindo o Namaskara ao lado do meu amor Renata Ventura.

Convidados

A massagem ayurvedica aplicada por Paulain, tem como base a técnica Kalari (treinamento para o campo de batalha) que visa desobstruir os nadis, canais de energia vital, para um melhor fluxo nesses caminhos.

Com atenção aos marmas (zonas de controle de energia vital), o trabalho realizado nessa massagem busca também conscientizar e estabelecer um diálogo do massageado com seu próprio corpo alcançando assim um bem estar.

Em 2009 estagiou por cerca de 2 meses na Índia, para aprimorar sua massagem. Praticante e instrutor de Yoga, vem aprofundando seus conhecimentos sobre o corpo como instrumento de auto realização.

Flávia Maia é musicista e arte educadora desde 1998 e ensina Ashtanga Vinyasa Yoga desde 2014.

Pratica desde 2006 com o professor Pedro Moreno e desde então vem aprofundando o seu estudo pessoal nesta prática sob sua orientação e com outros importantes professores como Helena Rosenthal, Mário Reinert, Matthew Vollmer, Laura Miguel, Regina Ehlers e Sharmila Desai. Praticou sob orientação de R. Sharath Jois no KPJAYI (K. Pattabhi Jois Ashtanga Yoga Institute) na cidade de Mysore- Índia em 2013/14.

Concluiu o Curso de Formação em Hatha Vinyasa Yoga com Camila Reitz em 2014 e o Curso de Aprofundamento em Yoga e Treinamento de Professores no Estúdio Namaskara com Mário Reinert, Renata Ventura e professores convidados em 2016/17.

Como musicista fez parte do grupo Barbatuques e da Banda Comadre Fulozinha, dentre outros trabalhos. Toca com o grupo Palavra Cantada, desenvolve projetos na área de educação musical para crianças e tem trabalho autoral como cantora, compositora e percussionista.

Programa

07, quarta:

16:00 – 18:30 – Chegada ao Patrimônio e recepção

19:00 – Jantar

20:00 – Reunião de abertura

08, quinta:

6:00 – Meditação

6:30 – Ashtanga – Prática Mysore  e Pránáyámas individuais

6:30 – Iyengar

9:00 – Café

10:00 – Livre

13:30 – Almoço

14:30 – Livre

17:00 – Filosofia

18:30 – Yoga Nidra

19:00 – Jantar

20:00 – Fogueira

leia mais

09, sexta:

6:00 – Meditação

6:30 – Ashtanga – Prática Mysore  e Pránáyámas individuais

6:30 – Iyengar

9:00 – Café

10:00 – Livre

13:30 – Almoço

14:30 – Livre

17:00 – Filosofia

18:30 – Yoga Nidra

19:00 – Jantar

20:00 – Música

10, sábado:

6:00 – Meditação

6:30 – Ashtanga – Prática Mysore  e Pránáyámas individuais

6:30 – Iyengar

9:00 – Café

10:00 – Livre

13:30 – Almoço

14:30 – Livre

17:00 – Filosofia

18:30 – Yoga Nidra

19:00 – Jantar

11, domingo:

6:00 – Meditação

6:30 – Ashtanga – Prática Mysore  e Pránáyámas individuais

6:30 – Iyengar

9:00 – Café

10:00 – Conferência de encerramento

Haverá também atendimentos de massagem com o Terapeuta Alexandre Paulain

– Para os praticantes de Iyengar é estritamente necessário que levem o material para as aulas.

Os materiais são:

1 mat

2 cintos

2 blocos

3 cobertores

1 bandagem

O Patrimônio

Mais do que uma Pousada, a Casa de Hóspedes Patrimônio do Matutu é nossa segunda casa, pois é assim que nos sentimos quando estamos em companhia do Luiz e da Karla, responsáveis por este lugar incrível.

Lugar ancestral, segundo a lenda era aqui onde as tribos indígenas peregrinavam, reconhecendo a pureza e a magia de suas fontes e cachoeiras, que se derramam das alturas.

Seguindo em direção às nascentes e à cabeceira do principal rio do Matutu, se chega ao Patrimônio, um lugar protegido pelas altas montanhas, onde as qualidades originais e primitivas do vale ainda estão intocáveis.

Cercado de florestas, o Patrimônio do Matutu é um verdadeiro santuário natural, formado por prados nativos, fontes, riachos e bosques.

Seu acesso é feito a pé, a cavalo ou de bicicleta, o que manteve o lugar protegido das mudanças que já começam a ocorrer em outras partes do vale.

Ao chegar, o andarilho é recebido por uma paisagem de sonho. As águas que correm murmurantes, as montanhas que se elevam altivas para o céu e o mosaico de gramados nativos e bosques, emolduram a grande Cachoeira do Fundo, a cabeceira sagrada do vale.

Nesse momento pode-se entender porque os índios reverenciavam esse lugar.

O Vale do Matutu

O Matutu (“cabeceiras sagradas” em linguagem indígena) é um vale majestoso aos pés da Serra do Papagaio. Sua paisagem de rara beleza abriga excelsas forças naturais que inspiram a alma e renovam o corpo.

Localiza-se na Serra da Mantiqueira e é um vale sagrado que foi rota de peregrinação dos Índios desde a antiguidade e que possui uma energia muito especial, em parte pelas incontáveis cachoeiras e nascentes de água da região. Em todo lugar do Vale, escuta-se a água correndo, uma sensação sem igual.

Valores e inscrição

Valores do Retiro 2022

 Até 15/07Após 15/07
Triplo950 em até 4x 995 em até 3x
Duplo1030 em até 4x1105 em até 3x
IndividualSob consultaSob consulta

Valores hospedagem e alimentação 2022

QuartosValores
Triplo1253 p/ pessoa
Duplo1440 p/ pessoa
IndividualSob consulta
Cabana1750 p/ pessoa

Os valores do retiro / curso devem ser acertados diretamente com o Namaskara (Gabriel):

Os valores da hospedagem / alimentação devem ser acertados diretamente com o Patrimônio do Matutu (Luiz e Karla):

POLÍTICA DE CANCELAMENTO

IMPORTANTE: Para reserva da vaga é necessário fazer o pagamento pelo menos da primeira parcela tanto do curso como da hospedagem.

IMPORTANTE: A política de cancelamento das reservas são diretamente com o patrimônio do Matutu

Cancelamentos:

Até 90 dias do início do retiro, reembolso integral retirado custo administrativo de 10%

Até 60 dias do início do retiro, reembolso parcial 70% do valor

Até 30 dias do início do retiro, reembolso parcial 50% do valor

Após esta data não há reembolsos, apenas crédito parcial de 70% para futuros eventos