Ashtanga Krama

Você está aqui: Home / Nossas Aulas / Ashtanga Krama

A gradatividade torna a prática mais segura e eficiente!

Ashtanga significa literalmente 8 membros e refere-se aos oito membros do Yoga CLássico compilado por Patanjali no texto chamado Yoga Sutra.

Krama significa passo, sequência e era uma palavra chave nos ensinamentos de Sri Krishnamacharya, considerado o pai do Yoga moderno.

O que é?

O Ashtanga Krama é uma leitura respeitosa e gradativa do Ashtanga Vinyasa Yoga por Mario Reinert.

Uma forma de ensinar Yoga respeitando os processos individuais de cada um, adaptando a prática quando é necessário e criando passos para que todos possam praticar.

 

Ashtanga de Patanjali

O Ashtanga Yoga de Patanjali foi encontrado pela primeira vez nos Yoga Sutras de Patanjali, texto que coloca o Yoga entre uma das 6 escolas Clássicas (ortodoxas) da Filosofia Indiana.

Ashtanga, ou Astanga significa 8 membros, são as 8 partes do Yoga no Yoga Clássico, Raja Yoga, que são:

1 –  Yamas = Restrições

1.1  Ahimsa = Não violência

1.2 Satya = Verdade

1.3 Asteya = Não roubar

1.4 Brahmacharya = Contenção

1.5 Aparigraha = Não possessividade

2 – Nyamas = Observâncias

2.1 Saucha (pronuncia-se Xautcha) = Pureza

2.2 Santosha = Contentamento

2.3 Tapas = Disciplina, Ascese, Queimar

2.4 Svadiaya = Auto Estudo, Estudo dos Textos Sagrados

2.5 Ishvarapranidana = Entrega, devoção à Ishvara

3 –  Asanas – Posturas

4 –  Pranayamas – Controle consciente da Respiração e Extensão da Energia Vital

5 –  Pratyahara – Recolhimento dos sentidos

6 – Dharana – Concentração

7 – Dhyana – Meditação

8 –  Samadhi – Contemplação, Êxtase.

Ashtanga Mantra

Sempre iniciamos e finalizamos a prática entonando um mantra.

INVOCAÇÃO À PATANJALI

OM

vande gurūṇāṁ caraṇāravinde
sandarśita svātma sukhāva bodhe |

Eu me prostro aos pés de lótus dos grandes Gurus
Que desvela nosso verdadeiro “Ser” e desperta a felicidade

niḥśreyase jāṅgalikāyamāne
saṁsāra hālāhala mohaśāntyai ||

Como um Shaman na selva ele destrói
a venenosa teia de saṁsāra

ābāhu puruṣākāraṁ
śaṁkhacakrāsi dhāriṇam |

Com a parte superior do corpo humano
Carrega a Concha(Tom original), o Disco(Infinito) e a Espada(poder do discernimento)

sahasra śirasaṁ śvetaṁ
praṇamāmi patañjalim ||

Tendo mil cabeças brilhantes
eu revencio Patanjali

OM

ENCERRAMENTO

OM

svasti-prajā-bhyaḥ pari-pāla-yaṁtāṁ
nyāyena mārgeṇa mahīṁ mahīśāḥ |

Que a prosperidade e o bem-estar sejam glorificados. Que os governantes governem com virtude e justiça.

go-brāhmaṇebhyaḥ śubham-astu nityaṁ
lokāḥ samastāḥ sukhino-bhavaṁtu ||

Que a sabedoria e o conhecimento sejam protegidos. Que todos os seres em todos os lugares sejam felizes e prósperos.

OM

Dicas para a prática

A chave para a prática é a consciência. Procure sentir seu corpo, perceba se o que comeu ou fez durante o dia o faz sentir bem na prática, lembre-se de que mudar seus hábitos só depende de você.

1) Evite praticar de estômago cheio, espere ao menos 3 ou 4 horas depois de uma refeição completa. Se precisar, coma uma torrada com chá ou algo bem leve ao menos 45 minutos ou 1 hora antes. Água ou isotônicos podem ser tomados em pequenas quantidades antes da prática, se necessário. Não beba água durante ou logo depois da prática, a saliva é suficiente para umedecer a garganta. Espere o final do relaxamento para fazê-lo.

2) A bexiga e o intestino devem estar vazios para a prática. As saudações ao Sol, as posturas em pé e as posturas invertidas vão melhorar o funcionamento do intestino. Comer em grande quantidade é um obstáculo para uma prática correta dos asanas e pranayamas.

3) As roupas devem ser confortáveis e elásticas. Bermudas e blusas curtas são melhores para a prática, já que permitem transpirar e verificar o alinhamento exato do corpo. Evite usar: meias, colares, anéis, relógios e outros acessórios durante a prática.

4) Não tenha medo de sentir cansaço, se assim acontecer, pare por um instante,  preste atenção na respiração, retome uma respiração suave, mova-se com mais consciência e estabilidade no baixo-abdômen e sincronize a respiração com o movimento (vinyasa). Assim surgirá em você uma nova energia, eliminando o cansaço e fortalecendo a mente e o corpo.

5) Tônus é diferente de força. Evite usar força desnecessária nas posturas ou nos movimentos, somente tonifique os músculos. Mantenha os músculos da face relaxados, sem demonstrar raiva ou frustração com o próprio corpo.

O Yoga é uma oportunidade de trabalhar as próprias emoções, mais do que negá-las ou projetá-las para o exterior. Gradualmente e inevitavelmente as transformações ocorrem.

Valores

Os valores dependem do plano escolhido e do número de vezes por semana que você escolher praticar. Temos planos de uma, duas e três vezes na semana ou frequência livre para você praticar todos os dias.

Horários

São diversos horários para você praticar conforme a sua disponibilidade. Ao fazer um plano não é necessário definir um dia na semana para praticar, desde que você se mantenha no limite de vezes na semana do seu plano.